13.7.05

Messias insano


Saiu rencentemente no Brasil o DVD "Helter Skelter - Versão do Diretor", filme americano de 2004, feito para a tevê e inspirado na história do psicopata Charles Manson. Como a maioria dos picaretas religiosos, Manson conseguiu convencer um bando de seguidores de que ele seria a reencarnação de Jesus Cristo. O líder insano e seus fiéis viviam em uma comunidade alternativa, dizendo que eram excluídos da socidade. O maluco afirmava aos seus seguidores que, assim como a Bíblia, o Álbum Branco dos Beatles trazia mensagens para alertá-los sobre o fim do mundo. Manson chamava o apocalipse de Helter Skelter, que seria uma guerra civil entre negros e brancos. Músico frustrado por não conseguir ser um astro do rock, Manson faz uma lavagem cerebral em seus fiéis e os convence a invadir casas para assassinar os moradores. A estratégia do psicopata era apressar a Helter Skelter, pois ele imaginava que as pessoas pensariam que os crimes eram cometidos pelos negros. Uma das vítimas da "família" de Charles Manson foi a atriz Sharon Tate, que estava grávida e era esposa do cineasta Roman Polanski. Como foi baseado no livro do promotor Vincent Bugliosi, o filme termina com o julgamento de Manson e sua "família". Um dos destaques do filme é o ator Jeremy Davies, que interpreta Charles Manson. O ator havia se preparado há anos para fazer o papel do psicopata em uma produção independente que acabou não rolando. O DVD traz parte dessa preparação como material extra. Como trata-se de um filme para a TV, as cenas de violência foram amenizadas, mas mesmo assim não deixam de ser perturbadoras, tamanha a frieza dos cordeiros de Manson. Algumas pessoas comentaram que o filme do diretor John Gray é uma "grande merda" se comparado à "Charlie´s Family", dirigido um ano antes por Jim Van Bebber. Algumas fotos de "Helter Skelter - Versão do Diretor" e de "Charlie´s Family" podem ser vistas aqui e aqui.

Um comentário:

Alvaro disse...

interessante essa historia do assassino... -- mas achei mais bacana a do travestido russo