3.6.06

Carta-bomba


O Congresso Federal amanheceu com um cheiro podre no ar na última quinta-feira. Nove deputados receberam envelopes recheados com fezes. Os felizardos foram os deputados Gilmar Machado (PT-MG), João Fontes (PDT-SE), Vadão Gomes (PP-SP), Iara Bernardes (PT-SP), José Mentor (PT-SP), Durval Orlato (PT-SP), Irineu Colombo (PT-PR), José Janene (PP-PR) e João Alfredo (PSOL-CE). Mentor, Janene e Vadão têm seus nomes envolvidos no caso do mensalão. Com exceção dos dois Joões, os outros políticos integram a base aliada do Governo federal, que tem cometido muita cagada no campo da ética. Talvez a intenção dos remetentes da cheirosa correspondência é fazer os políticos provarem um pouco do próprio veneno.

Um comentário:

Fausto disse...

Que foto bonitinha, hem?