4.6.10

Cavalo faz Alex Prado virar cineasta

Com bastante atraso, Mondo Cane traz uma pequena biografia do diretor Rubens da Silva Prado, a partir de informações levantadas no encontro com o cineasta, que aconteceu na Cinemateca, no dia 30 de abril, após a exibição do filme "Gregório 38".

Rubens da Silva Prado foi pela primeira vez ao cinema com 7 anos de idade. O filme que estava em cartaz era Zorro e o menino ficou impressionado com os cavalos que apareciam na tela. “Na hora pensei: um dia vou fazer um filme montado num cavalo”, sonhou o rapaz, que anos depois iria adotar o pseudônimo Alex Prado para dirigir e estrelar (montado num cavalo), aos 24 anos de idade, o clássico "Gregório 38" em 1969.

Quando deixou a pré-adolescência, Prado decidiu que era hora de ver o seu sonho transformar-se em realidade. O primeiro passo dele era conseguir um trabalho em algum estúdio de cinema, o que ajudariapara ficar mais próximo de seu objetivo. “Procurei alguém que deixasse eu trabalhar num filme. Mas naquela época já havia racismo e diziam que eu era preto e feio. Não desisti da vontade de trabalhar no cinema, mentalizando meu próprio filme”.

Prado disse que conseguiu acompanhar um dia de filmagem de “À meia-noite levarei sua alma”, dirigido em 1963 por José Mojica Marins. Aproveitando que o diretor de fotografia Giorgio Attili estava ausente, o assistente de câmera Nuvem Branca deixou que Prado olhasse no visor da câmera.

“Quando pus o olho no visor e vi o enquadramento, fiquei apaixonado”. Para o azar de Alex Prado, Attili retornou ao set de filmagem e o flagrou bisbilhotando a câmera. “Tira esse olho morfético da câmera. Você vai passar alguma doença”, reclamou o diretor de fotografia, segundo as recordações de Prado.

Constrangido, o jovem retrucou para o experiente diretor de fotografia que um dia ele seria diretor de cinema. “Na época eu tinha 18 anos e o Atilli, 60. Ele deu risada de mim quando eu disse que ia fazer um filme. Você não consegue fazer um filme, ele falou para mim. Aquilo me ofendeu bastante, doeu no coração”.

Continua...

10 comentários:

Matheus Trunk disse...

Meu caro Gio: Rubens da Silva Prado é um dos maiores nomes do cinema tupiniquim. Não é conhecido porque veio do povo e fez cinema pro povo. O pai dele não era ministro, nem dono de estatal. Era açogueiro. Muito legal o post.

Matheus Trunk
www.violaosardinhaepao.blogspot.com

irineu disse...

oi parabéns pela biografia do Rubens da Silva Prado, conheci o Alex em 94 e não tenho mais noticias dele, eu queria saber se você tem email ou orkut para entrar em contato com ele e tambem saber onde encontro alguns filmes em dvd dele, obrigado pela atenção

Irineu disse...

Parabens pela biografia do Rubens da Silva Prado, estarei acompanhando os demais episodios

Gio Mendes disse...

Olá, Irineu. Daqui alguns dias eu posto a segunda parte da bio do Rubão. Vou ver se consigo o e-mail dele pra você. Quais filmes do Rubens você está procurando?

irineu disse...

ola GIO na realidade nunca assisti um filme do Rubens, convive um tempo com ele por causa de um trabalho, e fiquei sabendo dos filmes posteriormente, e tenho muita vontatde de assistir um, e mais ainda de ver o lado ATOR dele, que eu não conheço, obrigado um abraço

levino disse...

OLA GIO GOSTARIA DE SABER ONDE ENCONTRO O FILME DO RUBENS PRADO QUE ADOTOU O NOME ARTISTICO DE ALEX PRADO "GREGORIO 38"UM ABRAÇO E PARABÉNS PELA MATERIA DESSE GRANDE CINEAST.A

levino disse...

MEU CARO GIO GOSTARIA DE SABER COMO ADIQUIRIR O FILME "GREGORIO 38" DE RUBENS PRADO QUE ADOTOU O NOME ARTISTICO DE ALEX PRADO.PARABÉNS PELA MATERIA.

Cristina disse...

Gostaria de saber onde encontro os filmes:
* GREGORIO 38
* GREGORIO VOLTA PARA MATAR

meu pai assistiu na adolescência, e pediu para procurar pra ele...

Anônimo disse...

Boa tarde!!!Gostaria de ver o filme O Feitiço do Gaviaõ, pois participei como atris e como na época tive que ir embora de SP. não consegui ter acesso ao trabalho depois de concluido.Participei tb. no filme Amor Profano, pelo qual tenho uma fita comigo, mas não tenho nada, do Feitiço do Gavião, pois não consegui encontrar a filmagem pela net, mas se for possível gostaria que me enviasse mais alguma coisa sobre Rubens Prado, e seus filmes.Meu email: saniklin@hotmail.com,

Anônimo disse...

Boa tarde.
Gostaria de adquirir o filme Gregório volta para matar, pois minha mãe foi figurante neste filme. Se qlguém tiver, por favor entrar em contato: julyanew18@msn.com